mybest
Saúde

Te Ajudando a Fazer a Melhor Escolha

Fechar
  1. TOP
  2. Saúde
  3. Rinite Alérgica: O Que É, Sintomas, Causas e mais
Rinite Alérgica: O Que É, Sintomas, Causas e mais

Rinite Alérgica: O Que É, Sintomas, Causas e mais

A rinite alérgica é uma inflamação que afeta o revestimento interno do nariz, as chamadas mucosas nasais. Bastante comum, a doença afeta de 10 a 25% da população. Suas principais características são sintomas como coriza, entupimento do nariz e espirros.


Se você busca informações sobre essa alergia, confira os tópicos presentes neste artigo. Neles, responderemos as dúvidas mais recorrentes sobre rinite alérgica, facilitando a identificação de sintomas, a escolha de tratamentos adequados e muito mais. Confira!

Atualizado em 27/06/2023
Bruna Oliveira
Revisão
Revisora
Bruna Oliveira

Sou formada em Biomedicina e também já fui cabeleireira. Mas ler, escrever e aprender coisas novas sempre foram minhas maiores paixões. Desde que assumi minha real vocação, encontrei na mybest o espaço perfeito para expressar minha multipotencialidade. Por aqui produzo e atualizo conteúdos sobre os mais variados temas. Meus preferidos são produtos pet, cosméticos, eletroportáteis e suplementos alimentares. Minha motivação é entregar informação de qualidade em linguagem clara, objetiva e gostosa de ler.

Perfil de Bruna Oliveira
Continue lendo

O Que É Rinite Alérgica?

A rinite alérgica é uma inflamação das mucosas do nariz. Ela consiste na defesa exagerada do organismo contra substâncias ou agentes potencialmente agressivos. Como qualquer alergia, é uma hiper-reação de um organismo contra fatores que, para outras pessoas, podem não despertar nenhuma resposta.


Saber a função do nariz ajuda a compreender o quadro. As vias nasais atuam no aquecimento, umidificação e limpeza do ar inspirado. Durante essa limpeza, para impedir que substâncias tóxicas ou irritantes alcancem os pulmões, o nariz usa defesas como obstrução nasal, coriza e espirros.


São defesas que ocorrem naturalmente para neutralizar os agentes agressores. Entretanto, a reação excede os limites saudáveis quando o organismo é sensível a um determinado alergênico. Assim, quando as reações se tornam persistentes e exageradas, elas se convertem nos sintomas da rinite alérgica.


É válido observar que também existe a rinite causada por fatores não alérgicos. Nesse caso, a reação pode ser provocada por vírus, bactérias, fungos, hormônios ou até por problemas como o refluxo gastroesofágico (quando o conteúdo do estômago retorna para o esôfago e em direção à boca).

Quais São os Sintomas de Rinite Alérgica? Dá Dor de Cabeça ou Causa Falta de Ar?

Quais São os Sintomas de Rinite Alérgica? Dá Dor de Cabeça ou Causa Falta de Ar?

Existem sinais bastante característicos da inflamação causada pela doença. Conhecer esses sinais é uma das formas mais eficazes de distinguir a rinite de outras enfermidades. Os sintomas mais comuns da rinite alérgica estão listados a seguir:


  • Obstrução nasal (nariz entupido)
  • Coriza (nariz escorrendo)
  • Espirros sucessivos
  • Coceira no nariz, garganta, céu da boca e olhos

Em geral, os pacientes apresentam esses sintomas quando estão em contato com os alérgenos (as substâncias às quais seu organismo tem alergia). Dor de cabeça e falta de ar não são comuns na rinite, a menos que ela esteja associada a outras comorbidades, como asma, inflamação nos ouvidos ou sinusite.

Quais São as Causas de Rinite Alérgica?

O que origina a doença ainda é pouco conhecido. Uma das causas mais comuns é a hereditária, apesar de nem sempre um paciente alérgico ter pais alérgicos. Os gatilhos que provocam as crises são mais conhecidos do que as causas. Veja a seguir os principais deles!


  • Ácaros
  • Fungos
  • Pelos de animais
  • Poeira
  • Pólen
  • Perfumes
  • Medicamentos
  • Alguns alimentos
  • Mudanças bruscas de temperatura

Essas são as principais substâncias, mas os causadores de crises variam de paciente para paciente. Também é possível que a rinite alérgica não se manifeste desde a infância, podendo surgir tardiamente e até apresentar reações a substâncias que, antes, o organismo tolerava.

Como É Feito o Tratamento para Rinite Alérgica?

Como É Feito o Tratamento para Rinite Alérgica?

Primeiramente, é preciso que um médico de especialidades como alergologia ou otorrinolaringologia diagnostique a doença e identifique a(s) substância(s) causadora(s) da alergia. Isso viabiliza a execução dos melhores tratamentos para rinite alérgica que você confere a seguir:


  • Cuidados com a higiene ambiental: sempre manter os ambientes em que a pessoa alérgica vive limpos, ensolarados e ventilados.
  • Tratamento medicamentoso: para aliviar os sintomas, usam-se descongestionantes e anti-histamínicos; para prevenir a ocorrência de crises, usam-se estabilizadores de membranas e corticosteroides.
  • Vacinação antialérgica: diminui a sensibilidade do paciente aos alergênicos detectados nos testes cutâneos; é um tratamento longo, mas que pode evitar o uso de medicamentos.

Essas medidas ajudam a prevenir e controlar as crises, melhorando a qualidade de vida dos pacientes com rinite alérgica. Todos os tratamentos farmacológicos necessitam de prescrição médica para garantir sua eficácia e evitar o uso incorreto de medicamentos ou vacinas.

Como Aliviar Rinite Alérgica Imediatamente?

Quando ocorrem as crises, podem ser tomadas algumas medidas que ajudam a atenuar os sintomas da rinite alérgica. Veja, na lista a seguir, as principais sugestões dadas aos pacientes para que possam aliviar a reação alérgica.


  • Fazer uma limpeza nasal: de preferência, com soro fisiológico, para eliminar substâncias nocivas das mucosas.
  • Arejar o ambiente: para tentar dispersar odores, poeiras ou outros fatores que possam estar irritando as vias nasais.
  • Afastar-se dos alergênicos: buscar sair do contato com as substâncias que podem estar provocando a crise.
  • Usar os medicamentos receitados: os descongestionantes e anti-histamínicos são voltados para o alívio dos sintomas, mas devem ser tomadas seguindo as recomendações médicas.

Essas são medidas pontuais que não eliminam a necessidade da realização dos tratamentos contínuos, que são os mais eficientes para prevenir ou controlar crises. Ressaltamos que não se deve abrir mão da avaliação de um médico especializado, pois somente isso garante a escolha do tratamento adequado.

Rinite Alérgica Tem Cura?

Rinite Alérgica Tem Cura?

Não, a rinite alérgica não tem cura. Mas, felizmente, com a realização dos tratamentos adequados é possível de prevenir e controlar as crises, permitindo que os alérgicos obtenham alívio dos incômodos sintomas provocados pela doença.


Entrevistado pela Uol, o médico Antonio Condino diz que, entre outros fatores, a ausência de cura se deve à complexidade genética da doença, que não é causada pela alteração de um só gene humano, mas de várias partes do código genético. Modificar todas elas ainda é inviável para a tecnologia atual.


Além do fator genético, Condino explica que a reação imunológica que compõe a rinite alérgica é complexa e envolve células de diferentes tipos. Isso dificulta a criação de uma cura, pois não há um único tipo de célula a ser inibido para evitar definitivamente a ocorrência de crises.


Somente podem ser curadas as rinites agudas provocadas por outros fatores que não os alérgicos. É o caso das inflamações causadas por fungos, vírus ou bactérias, que podem ser combatidas com a medicação adequada. Mesmo nessas formas da doença, o uso de medicamentos requer orientação médica.

Veja Nossas Indicações de Produtos Úteis para Quem Tem Rinite Alérgica!

Pessoas que têm rinite alérgica devem evitar o contato com as substâncias que desencadeiam as crises. Os purificadores de ar e geradores de ozônio podem auxiliar melhorando a qualidade do ar. Outra boa dica é usar travesseiros antialérgicos. Por isso, confira nossas indicações nos links abaixo! Aproveite!

Conclusão

Chegamos ao final de nosso artigo. Aqui, você aprendeu o que é rinite alérgica, quais os seus sintomas e quais os principais causadores de crises. Além disso, você pôde descobrir os melhores tratamentos e as formas mais eficazes de aliviar a inflamação.


Se essas respostas sanaram suas dúvidas, compartilhe este artigo! Assim, mais pessoas interessadas em compreender a rinite alérgica poderão contar com fontes confiáveis de informação sobre o assunto. Contamos com o seu apoio. Até a próxima!


Redação: Enrique Aue / Revisão: Bruna Oliveira

Este conteúdo foi útil para você?
  1. TOP
  2. Saúde
  3. Rinite Alérgica: O Que É, Sintomas, Causas e mais
mybest

Conectamos pessoas com o que há de melhor no mercado.
Nosso time, em parceria com os melhores especialistas, trabalha arduamente para ajudá-lo a comprar melhor.

© mybest. Todos os direitos reservados.