Livros: Veja 10 Distopias que Você Precisa Conhecer

Livros: Veja 10 Distopias que Você Precisa Conhecer

Creator Image
Glaucia Cassia
Blog Mais que Livros
  • CHRISTINA DALCHER
    Vox


    Glaucia Cassia

    Em uma sociedade distópica, mulheres são silenciadas por uma ideologia política intitulada “Movimento Puro”, que as rotula necessárias somente quando cuidam do lar e quando são submissas ao marido. Além disso, a introdução de pulseiras contadoras nos pulsos de mães e filhas permitem um limite de 100 palavras diárias. 

    Desobedecer às regras tem como punição eletrochoques e campos de concentração. Mas qual o propósito dessas mudanças? Segundo o reverendo, fazer a vontade de Deus, tornando a mulher obediente e o homem autoridade máxima. 

    Com um tema atual e que soa como um alerta, Vox faz lembrar a desvalorização da mulher no trabalho, em casa e o julgamento na criação dos filhos, temas que precisamos combater diariamente. Esse é um livro que causa indignação, mas também empatia, em especial se lido pelo público feminino.
  • NEAL SHUSTERMAN
    O Ceifador


    Glaucia Cassia

    A humanidade não teme mais a morte, doenças, velhice ou desigualdade social. Todos possuem conforto e renda garantida. Mas sem mortes, o número de habitantes no planeta não diminui, motivo pelo qual foram criados os Ceifadores - uma organização com o propósito de dar fim à superpopulação. 

    Inicialmente o método parece perfeito. Mas logo percebemos que a ceifa esbarra nos mesmos problemas que encontramos em nossa sociedade. A humanidade, embora amparada em todas as suas necessidades, permanece insatisfeita. E a crueldade, a distorção da lei e a falta de moral corrompem o sistema. 

    O Ceifador é o meu livro favorito de distopia. Nessa obra repleta de originalidade, o autor brinca com a realidade e traz questionamentos que refletem nosso próprio desejo como humanidade. Seríamos felizes sem preocupações financeiras e sem medo da morte? Qual seria o sentido de existir? Fica a reflexão.
  • TAHEREH MAFI
    Estilhaça-me


    Glaucia Cassia

    Com apenas o toque das mãos, Juliette é capaz de matar um homem. Ela não entende se seu poder é um dom ou uma maldição, mas sabe que sua própria família a teme. Por isso, não se impressiona quando é entregue por seus pais ao Restabelecimento, um poderoso grupo que comanda a sociedade atual. 

    Nesse mundo destruído pela ganância humana, a guerra é uma constante e Juliette é a arma que o Restabelecimento precisa. Mas agora que conhece um pouco mais de seu potencial, ela pretende lutar pela liberdade que nunca conseguiu desfrutar e, quem sabe, se apaixonar no processo. 

    Repleto de ação e reviravoltas, Estilhaça-me começa lento, mas ganha ritmo à medida em que a protagonista encontra sua própria força. Essa foi minha primeira experiência com distopias e o início do meu encanto pelo gênero.
  • VERONICA ROTH
    Divergente


    Glaucia Cassia

    Em uma Chicago futurista, a sociedade foi dividida em cinco facções - Franqueza (os honestos), Abnegação (os altruístas), Audácia (os corajosos), Amizade (os pacíficos) e Erudição (os inteligentes). Nesse mundo distópico, todo jovem, ao completar dezesseis anos, é submetido a um teste de aptidão que revelará a qual dessas facções deverá pertencer. 

    Aqueles que não se encaixam nos padrões são considerados Divergentes e, portanto, um risco ao sistema. Tris é uma divergente e, para sobreviver nesse mundo de rótulos, precisará convencer a todos que não é diferente. Mas por quanto tempo ela conseguirá disfarçar sua própria essência? 

    Embora se trate de uma distopia, Divergente em muito se assemelha a nossa sociedade, que julga o diferente e tenta nos rotular. Adaptado para o cinema em 2014, a obra possui muita ação, suspense e reviravoltas. Essa é sem dúvida uma leitura de tirar o fôlego.
  • HUGH HOWEY
    Silo


    Glaucia Cassia

    O mundo que conhecemos tornou-se fatal. Respirar ar puro não é mais uma possibilidade e um nascimento só é permitido após uma morte. Nesse mundo futurista, para sobreviver e permanecer seguro no Silo é necessário seguir duras regras. Aqueles que ousam desobedecer as leis são enviados para a famosa limpeza, do lado de fora. 

    O problema é que ninguém jamais retornou dessa limpeza... Pelo menos até agora. Quando Juliette é enviada para fora do Silo e se recusa a fazer a limpeza, uma revolução se inicia. Mas será que ela sobreviverá lá fora? O que existe além do Silo? 

    Primeiro livro de uma trilogia, o Silo inicia detalhadamente, nos inserindo aos poucos nesse cenário catastrófico. À medida em que a trama ganha ritmo, a leitura se torna cada vez mais interessante, com direito a suspense e revelações surpreendentes.
  • PATRICK NESS
    Mais do que Isso


    Glaucia Cassia

    Seth é um jovem de 17 anos que acredita na morte como única forma de silenciar sua dor. Antes do fim, ele se arrepende da decisão impulsiva, mas nada pode livrá-lo do destino que já havia escolhido. O que ele não imagina é que a vida além da morte é uma possibilidade, e que tentar entender sua nova realidade pode ser tão cruel quanto a vida anterior. 

    Sozinho, faminto e desorientado, Seth acredita estar no inferno, preso a um pesadelo para o qual não há salvação. Até que ele descobre não estar sozinho e que, talvez, essa constatação não seja tão boa quanto parece. 

    Patrick Ness soube dosar bem essa trama, inserindo pitadas de suspense, drama, terror e ficção científica. Essa é uma obra para refletir e levantar questionamentos acerca da importância que damos a nossa vida e a do outro.
  • NEAL SHUSTERMAN
    Fragmentados


    Glaucia Cassia

    Após a Segunda Guerra Civil, A Lei da Vida foi aprovada. Desde então, nenhuma vida humana pode ser desperdiçada do momento da concepção aos 13 anos. No entanto, entre os 13 e os 18, pais podem optar por abortar retroativamente seus filhos. 

    Mas engana-se quem acredita que esse seria o fim para esse jovens. Eles serão fragmentados e permanecerão vivos, tecnicamente, por meio de outros jovens. Connor, Risa e Lev estão destinados à fragmentação, mas juntos lutarão para permanecer vivos e burlar as regras do sistema. 

    As histórias de Neal Shusterman são sempre minhas favoritas. Nesse universo cruel criado pelo autor é nítida a falta de oportunidade para jovens desajustados. Algumas cenas me fizeram sentir tão impotente quanto as personagens. Mas o mais importante foi a reflexão levantada ao final da obra: é possível mensurar o valor de uma vida?
  • SUZANNE COLLINS
    Jogos Vorazes


    Glaucia Cassia

    Após a destruição da América do Norte, Panem surgiu. Essa nova nação comandada a mãos de ferro pela Capital foi dividida em 12 distritos, que anualmente precisam oferecer 2 tributos de sexo oposto com idade entre 12 e 18 anos para lutarem até a morte em um reality show violento. 

    Nesse jogo, apenas um sobrevive. A esse sobrevivente resta a fama e uma boa casa em seu distrito. Katniss é nossa protagonista. Ela se oferece como tributo depois de sua irmã caçula ser sorteada para participar dos jogos. 

    Ao seu lado temos Peeta, garoto que também é tributo do distrito 12. Anos antes, ele ajudou Katniss em um momento importante e agora, para sobreviver, ela terá que matá-lo. Mas será que Katniss está disposta a tudo para vencer os jogos? 


    Adaptado para o cinema, Jogos Vorazes é um dos maiores fenômenos da distopia. O ritmo da história criado por Suzanne Collins é eletrizante e as intrigas políticas tornam o enredo ainda mais frenético.
  • ROBERT KIRKMAN
    Oblivion Song HQ


    Glaucia Cassia

    Dez anos atrás, 300 mil pessoas foram inexplicavelmente transferidas da Filadélfia para Oblivion, uma dimensão aterrorizante e habitada por formas de vida ameaçadoras. Sobreviver enquanto aguardam por resgate é o objetivo desses cidadãos que lutam para manter a sanidade e encontrar respostas. 

    Nathan é cientista e responsável pelas missões de resgate. Mas após tanto tempo sem retorno de novos sobreviventes, as buscas estão sendo encerradas. As autoridades acreditam que é crueldade alimentar falsas esperança nos familiares dos desaparecidos. Mas, se depender de Nathan, as buscas não terão fim. 

    Mesclando distopia e Sci-fi, Robert Kirkman, criador de The Walking Dead nos apresenta uma HQ com universo enigmático e intrigante, ideal para fãs de ficção científica e do aclamado The Walking Dead.
  • GEORGE ORWELL
    A Revolução dos Bichos HQ


    Glaucia Cassia

    Os animais da Granja Solar se consideram escravizados pelos humanos, que apenas usufruem dos benefícios da natureza sem jamais dar algo em troca. Cansados das condições insalubres em que julgam viver, eles se reúnem para planejar uma revolução: assumir o poder e expulsar todo e qualquer ser humano da fazenda. 

    Considerados os mais engenhosos, os porcos Napoleão e Bola de Neve arquitetam um plano infalível, permitindo aos animais a posse da fazenda. Leis para manter a civilização entre os bichos são criadas mas, com o passar do tempo, os valores dessa nova sociedade são deturpados, levantando a reflexão que o excesso de poder pode corromper a tudo e a todos. 

    Um clássico da Literatura moderna, A Revolução dos Bichos, embora tenha sido publicado em 1945, possui um enredo atual e que muito se assemelha a nossa sociedade e seus valores distorcidos.

favlists de Glaucia Cassia

Livros LGBT: Conheça 10 Obras Incríveis com a Temática LGBTI+
Livros LGBT: Conheça 10 Obras Incríveis com a Temática LGBTI+
Creator Image
Glaucia Cassia
Blog Mais que Livros
Livros de Fantasia: Conheça 10 Obras Que Vão Despertar sua Atenção
Livros de Fantasia: Conheça 10 Obras Que Vão Despertar sua Atenção
Creator Image
Glaucia Cassia
Blog Mais que Livros