Livros: 10 Obras Literárias que Ganharam Adaptações para as Telas

Livros: 10 Obras Literárias que Ganharam Adaptações para as Telas

Creator Image
Erika Monteiro
Fotógrafa e Criadora de Conteúdo Literário
  • DRAMA
    Um Homem de Sorte


    Erika Monteiro

    Um Homem de Sorte, de Nicholas Sparks, conta a história de Thibault, um soldado do Corpo de Fuzileiros Navais que, durante uma missão, encontra uma fotografia. Ele acredita que esse acontecimento salvou sua vida. Desde então, seu objetivo é encontrar a moça da foto. O que Thibault não imaginava é que sua vida mudaria para sempre.

    A escrita de Nicholas Sparks dispensa comentários. A cada página ele nos leva a cenários que talvez não conseguiríamos imaginar sozinhos. Gosto do autor porque ele nos traz personagens bem construídos, reflexões profundas e um olhar diferente sobre a vida.

    Experiências do passado podem deixar cicatrizes, nos marcar e nos fechar para novos relacionamentos. Porém sempre podemos usar isso como ferramenta para nos tornarmos pessoas melhores.
  • DRAMA
    Um Amor para Recordar


    Erika Monteiro

    Ainda falando sobre as histórias com uma pitada de drama, em Um Amor para Recordar, também de Nicholas Sparks, conhecemos Jamie e Landon. Dessa vez estamos na Carolina do Sul (EUA), um dos lugares favoritos do autor. Se prestar atenção em outros livros perceberá a mesma ambientação. 

    O livro conta a história de Jamie e Landon. Dois adolescentes completamente diferentes, mas que o destino vai se encarregar de unir. Será que um bad boy é capaz de mudar? Será que a estudiosa Jamie dará uma oportunidade a Landon? A obra vendeu mais de 100 milhões de cópias.

    Quando os direitos foram vendidos para o cinema, a expectativa do público era enorme. A adaptação arrancou elogios não apenas dos críticos, mas de leitores e cinéfilos. Há quem argumente que as histórias não ficaram iguais. Realmente há pontos distintos, mas isso não diminui o brilho. Pelo contrário, nos dá elementos de comparação entre o livro e o filme.
  • DRAMA
    Se Eu Ficar


    Erika Monteiro

    Algo que faço desde criança é imaginar uma trilha sonora para os livros que leio. Em Se Eu Ficar não foi preciso muito esforço já que, logo no início da história, a autora Gayle Forman conta que a protagonista toca violoncelo. O filme também tem uma linda trilha sonora. Minha música favorita é Heart Like Yours, de Willamette Stone.

    A obra conta a história de Mia. Em uma manhã de fevereiro ela e sua família saem para fazer um passeio de carro. No meio do caminho tudo muda. Aliás, as vidas de todos irão mudar para sempre. 

    Gosto deste livro porque a autora consegue abordar, de maneira muito forte, o senso de família e as relações humanas, nos lembrando que devemos valorizar as pessoas que temos ao nosso lado.
  • DRAMA
    O Castelo de Vidro


    Erika Monteiro

    Seguindo nesse universo de relacionamentos, no livro O Castelo de Vidro, conhecemos a família da jornalista e escritora Jeannette Walls. Ao mesmo tempo autora e personagem, ela imerge o leitor em sua infância pobre, nômade e cheia de promessas. 

    Ao longo da narrativa, acompanhamos os percalços enfrentados por sua família desde que era criança. Será que é fácil perdoar os pais por todos os erros que cometeram ao longo da vida? Tais erros podem influenciar nossa personalidade? É isso que vamos descobrir durante a narrativa de Jeannette.

    Por mais difícil que tenha sido sua vida ao lado dos pais e irmãos, o que mais a decepciona são as promessas não cumpridas de seu pai. E, mesmo adulta, alguns acontecimentos a perseguem como fantasmas. Esse é um enredo intenso que nos faz refletir sobre nossas relações, nossa infância e nossas mágoas do passado.
  • DRAMA
    Extraordinário


    Erika Monteiro

    O que faz uma pessoa especial? O que faz uma pessoa ser notada? O que torna alguém incrível? Aos poucos vamos respondendo a essas e a outras perguntas ao conhecer Auggie, protagonista de Extraordinário. O garoto nasceu com uma deformidade no rosto e terá que enfrentar o convívio social ao entrar para a escola. 

    Será que o melhor caminho é se esconder? Guardar nossos talentos e características únicas? A cada página do livro, Auggie nos mostra como encarar nossos medos de frente. Como estarmos abertos para o mundo. E como essa troca com o universo é rica.

    Auggie é gentil. Daí a citação que marcou essa obra. "Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil". Tem lição mais universal? Podemos tratar bem os vizinhos, colegas de classe, família, um desconhecido na rua. Um sorriso não custa nada e pode iluminar o dia de alguém. 
  • COMÉDIA DRAMÁTICA
    A Culpa é das Estrelas


    Erika Monteiro

    John Green assim, como Nicholas Sparks, faz parte da lista de autores que todo fã de literatura precisa conhecer. Seus enredos cheios de drama conquistam até os leitores mais exigentes. Quem não lembra da citação inesquecível "Alguns infinitos são maiores que outros"?

    Em A Culpa é das Estrelas somos apresentados a Hazel, que está doente desde criança e segue fazendo seu tratamento conforme orientação médica. Até Gus entrar em sua vida e deixar tudo de pernas para o ar. Daí em diante, o casal vive aventuras que deixam um quentinho no coração de quem torce pela felicidade de ambos. 

    Um livro que nos mostra que todos temos direito de nos apaixonar, pelo menos uma vez na vida.
  • FICÇÃO HISTÓRICA
    A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata


    Erika Monteiro

    Em A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata saímos um pouco das histórias dramáticas para falar sobre uma obra igualmente marcante. Vamos à Guernsey, uma ilha britânica situada no Canal da Mancha, entre França e Inglaterra, onde vamos conhecer um suposto clube de leitura. Um dos seus integrantes é Dawsey, um faz-tudo.

    No continente, por sua vez, mora a simpática escritora Juliet. Já sentiu vontade de ser amigo de um personagem? Juliet nos conquista desde as primeiras páginas. A história tem início quando ela escreve uma carta à Dawsey, pedindo um livro, e ele prontamente responde. Juliet então tem a ideia de conhecer a ilha e desbravar todos os seu mistérios. Logo, a escritora pensa que pode ser tudo o que precisa para seu novo livro. 

    Além da Juliet ser escritora, gostar de se aventurar para conhecer um mundo novo, ela escreve cartas. Isso me faz lembrar muito minha adolescência. Comprar um envelope, papel de carta e escrever a mão é dedicar seu tempo a pessoa para quem escreve. Essa nostalgia me encantou. Aliás, se você observar a foto de capa deste artigo, verá as cartas que guardei ao longo dos anos.
  • FANTASIA
    O Jardim Secreto


    Erika Monteiro

    O Jardim Secreto é um dos clássicos favoritos da minha mãe. Não consigo lembrar qual foi a primeira vez que a ouvi mencioná-lo, mas sei que acabei também me tornando fã desta história. O livro nos apresenta Mary Lennox, uma órfã que, após a morte dos pais, é enviada à mansão de um tio que nunca havia conhecido.

    Em um primeiro momento, percebemos o quanto a personagem tem um coração duro para uma simples criança. Mas, conforme a conhecemos, é possível compreender por que é tão dura com os que a cercam. Durante sua estadia, Mary conhece a Sra. Medlock (governanta da casa), Dickon (filho de um dos empregados) e Colin (seu primo doente). 

    Após o período de luto, a menina encontra no jardim de sua tia uma razão para viver e sorrir. É nesse momento que o enredo se torna ainda mais cativante. Por mais que tenhamos feridas profundas, em algum momento elas irão cicatrizar.
  • THRILLER
    Garota Exemplar


    Erika Monteiro

    Desde adolescente gosto de livros envolvendo suspense e mistérios. Lembro até hoje os primeiros livros do gênero que eu li, quando estava na 6ª série. Garota Exemplar é uma dessas obras que marcam, com uma narrativa não linear que se alterna entre perspectivas conflitantes.

    O que fazer quando sua esposa desaparece na manhã do 5º aniversário de casamento? E pior, todas as evidências encontradas pela polícia mostram que o culpado é o próprio marido? Nick terá que correr contra o tempo para descobrir o que aconteceu com Amy e provar sua inocência.


    A autora Gillian Flynn é muito elogiada pelos leitores ao redor do mundo. Um dos aspectos marcantes de sua escrita é ser detalhista. Durante a leitura é possível imaginar cada cena que ela descreve. Assim como sensações, lugares e trejeitos dos personagens.
  • SUSPENSE
    Dentro do Espelho


    Erika Monteiro

    Para finalizar a lista de adaptações favoritas, trago um suspense da irlandesa Tana French. Conheci a autora em 2019, quando foi lançada na Inglaterra a série Dublin Murders, cuja primeira temporada é baseada em seus dois primeiros livros: No Bosque da Memória e este, Dentro do Espelho.

    Em Dentro do Espelho, acompanhamos a detetive Cassie Maddox que, ao receber um chamado, entra em choque. A vítima de um assassinato, além de usar uma identidade com seu codinome, se parece muito com a própria Cassie, como se fossem gêmeas. 

    Não é a toa que Tana French estreou no mercado literário conquistando tantos prêmios. Sua escrita é envolvente e o tempo todo aguardamos o próximo plot twist (ponto de virada). Tana é uma de minhas autoras favoritas do gênero e uma das razões pelas quais sonho em conhecer a Irlanda.